Descomplique o SISC com o GESUAS

O atendimento e acompanhamento de famílias dentro da Política de Assistência Social passa pela necessidade de registro e contabilização de sua capilaridade. Há necessidade de monitoramento contínuo e mínimas garantias de que seus serviços estejam direcionados a quem realmente precisa.

Um destes serviços é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), ligado aos CRAS. Seu objetivo é trabalhar as relações comunitárias e familiares no intuito de potencializar as riquezas já existentes e suas interações, na busca por uma valorização do sentido de vida coletiva.

O financiamento para a execução deste serviço é uma parceria entre o Município e a União – e, em alguns casos, há também repasse Estadual. Este financiamento é calculado à partir do cumprimento de metas estabelecidas na pactuação do serviço, ligadas à cobertura de atendimento a um público prioritário específico.

Hoje, quero conversar com você sobre o acompanhamento do SCFV, que foca nas obrigações de registro e prestação de contas que incidem diretamente nos cálculos de repasse de recurso. Também apresentar como este processo é facilitado à partir de um sistema informatizado de processamento de dados.

O SCFV e O SISC

O Sistema de Informações do SCFV, ou apenas SISC, é o instrumento de gestão utilizado para acompanhar a execução deste serviço. Nele, o município precisa informar trimestralmente novas inclusões e desligamentos de inscritos no serviço, bem como se os inscritos são frequentes ou infrequentes, discriminando ali se são ou não situação prioritária.

Como prestação de contas, à primeira vista, parece um pedido simples. Mas, na hora da necessidade, quando você vai buscar essas informações, você descobre o quão difícil é reunir esses dados!

Parece uma simples prestação de contas, mas quando se vai buscar essas informações, na hora da necessidade, você descobre o quanto está enrolado!

Além da confirmação quanto à situação prioritária, o responsável por fazer os lançamentos no sistema precisa buscar em cada lista de presença se aquele inscrito veio em algum dos encontros do período. Pessoa por pessoa, lista por lista, encontro por encontro…

Alguns profissionais mais experientes, prevendo esta necessidade, já organizam as listas de presença de forma a facilitar a identificação destas informações. Esta, porém, não é a realidade de todos. Ainda mais para aqueles que ainda usam metodologias de registro físico para o monitoramento destes dados.

Não é apenas a carga de trabalho que quero ressaltar aqui. Mas, também, as possibilidades de erro humano e limitações de um monitoramento eficaz. O profissional responsável pelo levantamento destes dados pode cometer erros, desatenção ou, até mesmo, superfocar nesta atividade em detrimento do alcance dos objetivos do SCFV.

Agora imagine uma realidade onde não só as horas dedicadas ao levantamento e conferência desses dados são praticamente zeradas, como os serviços ganham qualidade, enquanto isso. Fragilidades e potencialidades são facilmente identificadas quando se tem tempo para refletir sobre elas.

Continue comigo para eu lhe mostrar como, nos próximos parágrafos!

Ok, mas como é o tal do SISC no GESUAS?

Não irei me delongar falando sobre os benefícios de contar com uma gestão do SUAS informatizada. Contudo vale a pena destacar a capacidade de sistemas como o GESUAS tem de reduzir horas de trabalho desperdiçadas com buscas em armários, cálculos, cruzamento de informações ou produção de relatórios para prestação de contas.

Os municípios que implementaram o GESUAS possuem certa vantagem em relação ao acesso às informações de alimentação do SISC. Isso porque, desde que as oficinas sejam registradas adequadamente, o próprio sistema te entrega um relatório com todos os dados necessários para envio ao SISC.

Nisso, segue o que acredito ser a rotina básica para qualquer um que precise dessas informações no GESUAS. A elaboração do SISC começa já na lista de presença. Este instrumento é utilizado para registrar cada encontro dos grupos com a informação daqueles que participaram ou não da atividade. Em seguida, essas listas são encaminhadas para alguém responsável que deverá reunir e processar essas informações para lançá-las no sistema do Governo Federal.

O GESUAS atua nos principais passos deste processo. Primeiro, a pessoa responsável registra cada encontro no sistema, lançando as presenças dos participantes. Para isso, basta marcar a caixa de verificação referente à pessoa, como exemplificado na imagem abaixo:

Gerando o SISC com o GESUAS.

Pronto! O sistema já produziu os dados necessários para o preenchimento das informações no SISC. É sério! Basta acessar o relatório que consolidou essas informações e lançar conforme lhe é apresentado. Veja um exemplo do relatório a seguir:

Exemplo do relatório gerado para o preenchimento do SISC com o GESUAS.

Não falei? Aí está a relação dos inscritos que são frequentes, descrevendo os que são situação prioritária. Além disso, para aqueles cujas informações foram inseridas no sistema, aparecerá para você o número do NIS, o nome dele, o nome de sua mãe e também sua data de nascimento.

prontuário SUAS online

Conclusão

Este simples relatório do SISC gerado pelo GESUAS, ao fim do trimestre, pode reduzir as horas de trabalho da equipe de forma significativa. Além de oferecer outras ferramentas para o SCFV que permitem monitorar a taxa de frequência dos inscritos, sua evolução nos encontros e cada nova inscrição. Assim, o profissional fica livre para aquilo que é mais importante: satisfazer os objetivos do serviço.

Nisto, concluo meu diálogo com você hoje. Espero que tenha permitido que você conhecesse esta ferramenta capaz de facilitar o trabalho diário e transferir atividades, de certa forma mecânicas, para ferramentas que as automatizam. Afinal, o trabalho social com as famílias exige uma dedicação da nossa atenção e um cuidado para com a relação humana.

Se você ficou curioso para saber como conseguir gerar o SISC assim ou sobre mais recursos do GESUAS, fale sem compromisso com um dos nossos consultores aqui! Teremos o maior prazer em mostrar como já ajudamos quase uma centena de municípios a conseguir gerar relatórios, mapas e muito mais de forma automatizada!

software para CRAS CREAS - GESUAS

Veja também

Referências


Comentários