Proteção Social Especial no Gesuas

Proteção Social Especial no Gesuas

Dentro do contexto da Assistência social temos a Proteção Social Básica (PSB), foco do trabalho dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e quando alguma situação extrapola a função da PSB, onde violações de diretos são envolvidas, o tipo de proteção passa da básica para a Especial, uma vez que a situação não é mais a de prevenção. Assim, algumas situações como afastamento de convivência familiar, negligência, violência doméstica, são casos onde há a necessidade de uma intervenção especializada da equipe socioassistencial. Conflitos geradosContinue lendo

Diferença entre CRAS e CREAS

Diferença entre CRAS e CREAS

Com base na Política Nacional de Assistência Social (PNAS), a Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social (NOB/SUAS), regulou a organização em âmbito nacional do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) de forma descentralizada, participativa e articulada com as demais políticas setoriais. Definiu ainda os serviços e programas em níveis de proteção: Proteção Social Básica e Proteção Social Especial. As ações de proteção social visam a garantia dos direitos e ao desenvolvimento humano, mediante a segurança socioassistencial aos usuários, expressas pela segurança daContinue lendo

Atividades do SCFV para idosos

Atividades do SCFV para idosos

A temática acerca do envelhecimento objetiva suscitar o debate e a reflexão sobre o papel e o lugar da pessoa idosa na sociedade e suas possibilidades de contribuição. A concepção da velhice como uma das fases do desenvolvimento humano, com suas perdas e ganhos, constitui-se como a base para o debate e reflexão do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para pessoas idosas. Tendo em vista o processo de envelhecimento, compreender o funcionamento do trabalho social em grupos é fundamental para os profissionais queContinue lendo

Gestão da Assistência Social: planejando mais um ano de trabalho

Gestão da Assistência Social: planejando mais um ano de trabalho

Todo trabalho para ser executado com excelência, deve ter um planejamento. Com a política de assistência social não é diferente; essa requer organização das ações que devem ser executadas, uma vez que existem demandas a serem atendidas e um orçamento a ser cumprido. O planejamento na área da assistência social ainda precisa ser mais adotado por gestores e gestoras, responsáveis diretos pela coordenação geral dessa política, com uma linha de trabalho onde este planejamento esteja atrelado a monitoramento e avaliações constantes, visto que a assistênciaContinue lendo

Política Nacional de Assistência Social

Política Nacional de Assistência Social

O  Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS),  por intermédio da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) e do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), elaborou a Política Nacional de Assistência Social (PNAS), demonstra a intenção de construir coletivamente o redesenho desta política, na perspectiva de implementação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Esta iniciativa, decididamente, traduz o cumprimento das deliberações da IV Conferência Nacional de Assistência Social, realizada em Brasília, em dezembro de 2003, e denota o compromisso do MDS eContinue lendo